Nutrição fortalece defesa das plantas
19/02/2014

 

As plantas possuem seus próprios sistemas de defesa. Algumas já os têm naturalmente – como espinhos e cera, enquanto outras produzem substâncias defensivas a partir de algum estímulo. Como, por exemplo, as fitoalexinas, que protegem de fungos e bactérias causadores de doenças. A nutrição completa e equilibrada é fundamental para que os processos de produção dessas substâncias não sejam falhos. Portanto, cuidar da nutrição é importante por que, caso haja deficiência ou excesso de algum nutriente, a planta pode ficar doente e o produtor terá um gasto com agrotóxico que poderia ser evitado. Plantas com nutrição deficiente apresentam sintomas como amarelecimento das folhas, queda de frutos, entre outros.

O produtor pode contribuir para que a planta fique mais saudável com o uso de micronutrientes, que exercem esse papel. Cada um tem uma finalidade: entre os micronutrientes, o manganês, o cobre, o ferro e o boro são fundamentais, uma vez que são matérias-primas para a fabricação de substâncias de defesa. Já o silício é importante para proteger a planta de fungos, uma vez que se acumula nas folhas de forma a criar uma barreira de proteção.

Um estudo realizado em uma lavoura de soja no Mato Grosso testou a relação entre nutrição e a sanidade da soja. Após os testes, concluiu-se que o fungicida sozinho não foi capaz de combater a ferrugem da soja. A área que obteve melhor resultado foi a que teve o nível de potássio normalizado antes da aplicação do fungicida. O estudo comprova que “a nutrição adequada permite uma tolerância maior às doenças, e também ganhos de produtividade que permitem a viabilidade da cultura”. Comprova também que “em lavouras comerciais, nota-se nitidamente que as plantas bem nutridas apresentam melhor tolerância à ferrugem”. (Zancanaro & Tessaro, 2006)

 A nutrição desequilibrada pode trazer sérios malefícios para planta. A deficiência de cálcio, por exemplo, impede que as células criem a camada dura que impede a entrada de fungos. Por outro lado, o excesso de nitrogênio deixa a planta mais suscetível às doenças, segundo um estudo que reúne 1200 relatórios da literatura científica mundial. Outro exemplo de como o alto nível de nitrogênio pode ser prejudicial é que favorece o aparecimento de ferrugens e oídios (Marschner, 1995).

A Tradecorp do Brasil disponibiliza tecnologia para a nutrição complementar e correta das culturas de forma geral. Existe uma gama de produtos que possuem elementos que auxiliam na aceleração de translocação dos nutrientes e substâncias, proporcionando melhores condições para a planta, o que fortalece seu potencial produtivo e a qualidade da lavoura. A nutrição adequada promove maior resistência às culturas. Por isso, é importante que a planta esteja sempre bem nutrida, pois assim consegue se defender melhor contra as doenças.

 Bruno Francischelli

Engenheiro Agrônomo e

Chefe de Produto da Tradecorp do Brasil


 

© 2017 - ArtCom Assessoria de Comunicação - webdesign CG Propaganda