Micronutrientes Precisam de Manejo Correto para Apresentar Resultados Positivos
10/11/2013
 Os micronutrientes são necessários para que as plantas tenham um bom desenvolvimento. O zinco (Zn), cobre (Cu), ferro (Fe), manganês (Mn), molibdênio (Mo), boro (B) e cloro (Cl) são os elementos considerados essenciais. Já outros elementos, como o sódio (Na), cobalto (Co), silício (Si) e níquel (Ni), são considerados benéficos.
 
A necessidade de complementação de cada um desses elementos na planta varia de acordo com a composição do solo da área que está sendo plantada, que será feita seguindo resultados da análise de solo. O manejo correto desses micronutrientes pode, inclusive, ajudar na redução da severidade de algumas doenças. Além disso, já é sabido que esses elementos químicos também contribuem para o aumento da produtividade e da qualidade da planta.
 
A recomendação da adubação, indicada por um engenheiro agrônomo, deve ser seguida à risca pelo agricultor, pois não só a escassez de nutrientes, mas também o excesso deles prejudicam as plantas cítricas. Além do aspecto de eficiência, a adubação deve ser encarada também como fator econômico. Isso porque esse manejo representa de 25% a 35% do custo de produção do pomar, segundo o pesquisador do IAC (Instituto Agronômico de Campinas) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Dirceu de Mattos Júnior.
 
NPK: os nutrientes essenciais
 
Durante o desenvolvimento dos citros, que são árvores perenes, há diferentes demandas de nutrientes – do plantio até a idade adulta do pomar – definidas em função do crescimento das plantas e da formação de frutos. “Resumidamente, poderíamos falar que na primeira fase da planta, os micronutrientes mais importantes seriam Nitrogênio (N) e Fósforo (P), e na segunda, Nitrogênio (N) e Potássio (K). Evidentemente que os micronutrientes têm papel importante em todas elas”, afirma Mattos.
 
Cada elemento químico proporciona um benefício para as plantas, como crescimento vegetativo e reprodutivo, crescimento e fornecimento de energia para o metabolismo, regulação de trocas gasosas e tamanho de frutos, estrutura de tecidos, fotossíntese, formação de proteínas e ativação de enzimas, estrutura e crescimento das plantas.
 
De acordo com Mattos, os nutrientes auxiliam no fortalecimento e combate às doenças, “embora não se tem ao certo quais doenças e qual a melhor estratégia de manejo, quer seja técnica ou economicamente viável, que se possa utilizar no pomar”. O fato é que as recomendações atuais para o suprimento dos nutrientes para os citros por meio das adubações devem atender a demanda das plantas para a produção eficiente.
 
Micronutrientes especiais são alternativa confiável para aumento da produtividade
 
Com o ajuste das recomendações da adubação dos pomares cítricos, são obtidos ganhos de produtividade da ordem de 10% a 30%. Essas diferenças variam em função da condição inicial do pomar que se pretende manejar. “Pomares inicialmente mal manejados, após ajustes no programa de manejo das adubações podem, ao longo de anos, mostrar ganhos ainda mais relevantes”, alerta Mattos.
 
O professor Lafayette Franco Sobral, pesquisador da Embrapa tabuleiros Costeiros, afirma que a obtenção de resultados concretos para mensuração de dados na citricultura requer tempo e paciência. “Faz seis anos que estudo a necessidade de Boro nos citros e há quatro, as necessidades de zinco, manganês e cobre”, relata o professor. Ele explica que começou a estudar esses micronutrientes quando se deparou com a falta de dados sobre o assunto no seu estado, o Sergipe. “A pesquisa é de fundamental importância para o produtor, pois é na produção que verificamos as lacunas e é na aplicação dos números obtidos nos estudos que vemos o resultados do nosso trabalho”, acrescenta Sobral.
 
Para obter melhores resultados, Mattos recomenda ao citricultor procurar as recomendações oficias definidas para a cultura. “Essas buscas aperfeiçoam as respostas das plantas mantendo a melhor economicidade do uso de insumos e a maior produção de frutos, o que certamente contribui para o seu rendimento na atividade agrícola”, finaliza o pesquisador.
 
 
*Para obter mais informações sobre os produtos Tradecorp indicados para a citricultura, entre em contato com o representante mais próximo a você. Encontre-o no link: http://www.tradecorpbrasil.com.br/tradecorp-brasil/regionais/
 
 
© 2017 - ArtCom Assessoria de Comunicação - webdesign CG Propaganda