Tecnologias da Ag Solve estarão no III Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo
24/09/2013
 Sonda AP 2000, da Aquaread, será um dos destaques da Ag Solve no III CIMAS


Equipamentos da Ag Solve, que serão apresentados no III Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo, contribuem com o monitoramento de poluentes das águas superficiais e subterrâneas


Por ArtCom A.C. para Ag Solve
 
A crescente poluição que chega aos rios e reservatórios causa incontáveis danos ao ambiente e contamina as águas, especialmente das zonas litorâneas e grandes cidades, o que influencia diretamente a qualidade da água que será consumida pela população. Entre os principais fatores da poluição da água estão: lançamento de esgotos domésticos e efluentes industriais nos corpos hídricos, urbanização desenfreada, atividades agrícolas e de mineração, poluentes presentes na atmosfera carregados pela chuva, entre outros fatores. Segundo relatório da Organização das Nações Unidas (ONU) divulgado em 2012, 80% das águas residuais não são coletadas ou tratadas e são depositadas com outras massas de água ou infiltradas no subsolo, resultando em problemas de saúde à população, além de danos ao meio ambiente.
 
A melhor ação quanto à recuperação da qualidade das águas ainda é prevenção e o cuidado para que poluentes não sejam lançados no ambiente sem o tratamento adequado. No entanto, com o uso da tecnologia, é possível monitorar a qualidade da água, medindo os parâmetros e os elementos químicos presentes. “Por meio destes dados, é possível avaliar qual tratamento deve ser aplicado para que a água tenha a potabilidade necessária para preservar a saúde da população”, detalha Mauro Banderali, especialista em instrumentação hidrometeorológica da Ag Solve.
 
Para Banderali, “o risco de contaminação decorrente das atividades humanas gera a necessidade de um controle mais rígido da qualidade dos recursos hídricos”. Segundo o especialista, questões que comprometem a biologia aquática e a disponibilidade de água para o abastecimento público devem ser eliminadas com políticas públicas eficientes, aplicação de tecnologias, monitoramento e remediação das contaminações dos recursos hídricos. “Iniciativas para recuperar a qualidade das águas dos rios, mares e lagos são essenciais para o futuro da água no planeta”, garante.
 
Com o objetivo de colaborar com o monitoramento da qualidade da água e com a recuperação dos mananciais contaminados, a Ag Solve, empresa especializada em tecnologia ambiental e hidrológica, estará presente no III Congresso Internacional de Meio Ambiente Subterrâneo (CIMAS), que acontece de 1 a 3 de outubro, no Centro de Eventos Fecomércio, em São Paulo. O evento, promovido pela Associação Brasileira de Águas Subterrâneas (ABAS), terá a programação composta por conferências, mesas redondas e talk show, nas quais especialistas do setor hidrológico de países como Brasil, Inglaterra e Canadá irão debater sobre uso racional e prevenção à contaminação das águas subterrâneas. Além da situação, legislação e novos usos de áreas contaminadas principalmente nas grandes cidades.
 
Simultaneamente ao III CIMAS, ocorre a Feira Nacional da Água (FENÁGUA), que irá expor os serviços e produtos destinados à água e ao meio ambiente subterrâneo das principais empresas do setor. Neste espaço empresarial, a Ag Solve mostrará seus produtos das linhas da Aquaread e da Chelsea (monitoramento da qualidade da água), além de estações linimétricas e equipamentos para remediação e amostragem. A Ag Solve convida a todos para conhecerem suas novas tecnologias em qualidade e monitoramento da água, no estande 9/10. As inscrições para o III CIMAS podem ser realizadas no site: www.abas.org/cimas.
 
© 2017 - ArtCom Assessoria de Comunicação - webdesign CG Propaganda