Blackout temporário
27/08/2013

Na noite desta segunda-feira, dia 26, ocorreu a segunda edição do Jantar no Escuro, promovido pelo Instituto Pró-Visão, de Campinas (SP). A instituição atende deficientes visuais e pessoas com baixa visão.

O jantar, realizado na adega do The Royal Palm Plaza Hotel, foi um misto de emoções. Logo na entrada, os convidados foram vendados e conduzidos às suas mesas.

Sendo assim, todos os outros sentidos foram colocados em teste  para saborear o jantar. O tato ganha papel de protagonista, para que copos, talheres e pratos sejam localizados na mesa. A audição fica mais atenta às orientações e a toda conversa. O olfato torna-se coadjuvante na degustação, garantindo que a imaginação comece a fluir. Como é impossível comer com os olhos, somente o paladar fica responsável para que se faça um processo de adivinhação: o que será que estou comendo agora?

Foram servidos cinco pratos. Os principais comentários do jantar, porém, não foram sobre a comida. A dificuldade em se adaptar à escuridão foi o assunto mais comentado, junto com a vontade de que, se fosse possível escolher a perda de um sentido, que o último fosse a visão.

Ao final, a cúpula diretora da instituição agradeceu a presença de todos os presentes, que puderam sentir na pele, pelo menos por algumas horas, quão grande é o drama de quem não consegue enxergar as maravilhas da vida.

© 2017 - ArtCom Assessoria de Comunicação - webdesign CG Propaganda