Nutrição antes da germinação
22/04/2013
 Tratamento industrial de sementes de soja com tecnologia Tradecorp garante nutrientes para os primeiros estágios da planta


Por Gabriela Padovani para o InfoTrade
ArtCom A. C. 

Tirar a semente da embalagem, colocar na terra e pronto. Agora é só esperar germinar e ter plantas saudáveis e ainda mais vigorosas. Um resultado que chegará às mãos do produtor graças à  inovação tecnológica incorporada  no tratamento industrial de sementes (TSI) de soja, que levará mais nutrição à cultura antes mesmo de a semente tocar a terra.  Por meio da tecnologia, a semente tratada industrialmente  recebe os nutrientes necessários, para processos como enraizamento e fixação biológica de nitrogênio, além de substâncias que potencializem maior translocação inicial dos nutrientes, o que auxilia a planta a atingir um resultado mais próximo ao seu potencial genético.

Para atestar o funcionamento e a qualidade das soluções desenvolvidas foram realizados ensaios em parceria com a Fundação Rio Verde (Fundação de Apoio a Pesquisa e Desenvolvimento Integrado Rio Verde), localizada em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso, que tem como objetivo o apoio ao desenvolvimento sustentável e ambientalmente correto da agricultura.

Mais saúde, mais vigor e maior produtividade

A principal vantagem do início de um tratamento específico ainda na semente diz respeito à disponibilização de nutrientes para proporcionar um ambiente favorável ao desenvolvimento inicial das culturas pela utilização de substâncias orgânicas. Além disso, sementes tratadas adequadamente têm maior capacidade de expressar seu potencial genético, ou seja, plantas mais vigorosas e mais saudáveis terão maior produtividade.

“A pesquisa atesta que, na cultura da soja, não há efeito negativo sobre a qualidade das sementes tratadas. Neste ensaio ficou comprovado que as sementes que receberam os nutrientes permaneceram com a mesma qualidade até a finalização da avaliação, que ocorreu aos 75 dias após o tratamento”, relata Eriberto Colatto, RTC da Tradecorp. “Nesta nova tecnologia lançada pela Tradecorp no fertilizante especial Nitrostarter Ultra os nutrientes presentes no tratamento possuem uma maior efetividade assim consegue-se um produto com baixo índice salino, favorecendo um desenvolvimento inicial adequado das plântulas.  O alto índice salino é prejudicial para as sementes, onde muitas vezes reduz o poder germinativo afetando produtividades,” explica Bruno Francischelli, chefe de Produto da Tradecorp.

São levados em consideração três pontos principais no tratamento industrial de sementes:

1)      A proteção das  sementes ao ataque de fungos e pragas de solo;

2)      A proteção ao ataque de fungos e pragas nos estágios iniciais da cultura;                         – para termos efetividade nesses dois pontos deve-se  utilizar defensivos específicos e adequados ao TSI (Tratamento Industrial de Sementes --

3)      O aporte de nutrientes adequados e substâncias que possam contribuir para um bom estabelecimento da cultura é o terceiro ponto a ser considerado no TSI.

Colatto esclarece que, como as plantas possuem necessidades nutricionais distintas, o tratamento deve considerar essas diferenças. “A necessidade de nutrientes é diferente para cada cultura. Por exemplo, gramíneas possuem necessidades distintas de leguminosas, então os produtos utilizados para o aporte de nutrientes mudam de acordo com a cultura”, explica.

Projeto será expandido

O tratamento se dá em unidades industriais e as sementes são comercializadas já tratadas pelas companhias sementeiras. Pode ainda ser feito na própria fazenda, utilizando equipamentos apropriados para tal prática. Atualmente nenhuma empresa faz o tratamento das sementes de soja com incorporação de produtos para nutrição antes que ele chegue ao produtor.  Inicialmente, o projeto para tratamento industrial de sementes (TSI) contemplará apenas  sementes de soja, produzidas no Mato Grosso e no Rio Grande do Sul. Mas deve ser expandido para outras culturas e localidades do Brasil.


Serviço

As sementes de soja tratadas com produtos da Tradecorp  devem chegar ao agricultor para a safra que se inicia em setembro. Mais informações sobre mais essa inovação tecnológica estarão à disposição com os RTCs localizados nas regionais. 
 


 

© 2017 - ArtCom Assessoria de Comunicação - webdesign CG Propaganda